“Como ser luz em tempos de tanto medo e incertezas? Como contribuir com o outro, que na verdade reflete quem sou eu?”

Ao fazer esse questionamento, veio a resposta… Comece, mesmo sem saber exatamente como.
Resolvemos começar compartilhando uma prática iniciada em 2015: o exercício das 7 leis espirituais do sucesso de Deepak Chopra. Você conhece?

O exercício consiste em praticar uma lei a cada dia da semana.

Domingo – LEI DA POTENCIALIDADE PURA
“Somos essencialmente, consciência pura. Potencialidade é a nossa essência espiritual”.
Como aplicar:

  1. Entrar em contato com o campo da potencialidade pura, reservando um momento do dia para ficar em silêncio, para apenas ser. Ficar sozinho em meditação silenciosa pelo menos duas vezes ao dia. O autor recomenda trinta minutos pela manhã e trinta minutos à noite, mas você pode iniciar com 5 ou 10 minutos e gradativamente vai aumentado o tempo.
  2. Reservar um período do dia para comungar com a natureza e observar em silêncio a inteligência que há em todas as coisas vivas. Ficar em silêncio e assistir ao pôr-do-sol, ouvir os sons da natureza, o ruído do vento, ou simplesmente sentir o perfume de uma flor. No êxtase do silêncio, e em comunhão com a natureza, desfrutar a pulsação vital das eras, o campo da potencialidade pura e da criatividade ilimitada.
  3. Praticar o não-julgamento. Começar o dia dizendo: “hoje, não julgarei nada que aconteça” e durante todo o dia lembrar de não fazer julgamento.

Segunda-feira – LEI DA DOAÇÃO/DÁDIVA
“Em nossa própria capacidade de dar tudo aquilo que almejamos encontra-se a chave para atrair a abundância do universo – o fluxo da energia universal – para a nossa vida.” A simples ideia de dar, de abençoar, de oferecer uma oração, tem o poder de afetar a vida dos outros.
Como aplicar:

  1. Dar um presente em todo lugar que for, a todos que encontrar. Esse presente poderá ser um cumprimento, uma flor, um sorriso, um elogio, um abraço, preparar um café, uma oração.
    Oferecer, diariamente, alguma coisa a todas as pessoas com as quais entrar em contato. Estará, assim, desencadeando o processo de circulação de energia-de alegria, de riquezas, de abundância-na sua vida e na de outras pessoas.
  2. Receber agradecido, diariamente, todas as dádivas que a vida oferece: a luz do sol, o canto dos pássaros, as flores, a neve do inverno. E estar aberto para receber dos outros, seja um presente material, seja dinheiro, seja um cumprimento, seja uma oração.
  3. Assumir o compromisso de manter a riqueza circulando em sua vida, dando e recebendo os mais preciosos presentes: carinho, afeição, apreço, amo. Desejar, em silêncio, felicidade e muita alegria toda vez que encontrar alguém.

Terça- feira – A LEI DO CARMA (ou Causa e Efeito) .

  1. Observar as escolhas que vai fazer hoje a todo momento. E na observação dessas escolhas, trazê-las para a percepção consciente. Ter bem claro que a melhor maneira de se preparar para todos os momentos do futuro é estar plenamente consciente do presente. .
  2. Toda vez que for fazer uma escolha, pergunte: “quais serão as conseqüências desta escolha?”. “esta escolha trará satisfação e felicidade a mim e aos outros que serão afetados por ela?”. .
    3️. Pedir, então, orientação ao coração e seguir a mensagem enviada por ele de conforto ou de desconforto. Se a escolha for de conforto, entregar-se totalmente a ela. Se a escolha for de desconforto, parar para ver as conseqüências daquele ato com sua visão interior.
    Essa orientação permitirá fazer escolhas corretas espontâneas tanto para você quanto para os que o circundam.

Quarta-feira – LEI DO MÍNIMO ESFORÇO

  1. Praticar a aceitação, dizendo: “hoje aceitarei pessoas, situações, circunstâncias, fatos como eles se manifestarem”. Saber que o momento é como deve ser, porque todo o universo é assim. Não se voltar contra todo o universo, lutando contra o momento presente. Dizer a si mesmo: “minha aceitação será total e completa; verei as coisas como são no momento em que ocorrerem e não como eu gostaria que fossem.
  2. Tenha responsabilidade para dar uma resposta criativa para situações adversas. Os problemas são seus melhores amigos.
  3. Todos os problemas contêm em si as sementes da oportunidade.
  4. Sempre que se confrontar com um tirano, com um atormentador, com um conselheiro, com um amigo ou um inimigo (todos eles são a mesma coisa) deve-se lembrar em reverter ou manter a situação para seu benefício.
  5. Assentar sua percepção, hoje, na indefensibilidade. Desistir da necessidade de defender seus pontos de vista e de convencer a persuadir os outros a aceitá-los. Permanecer aberto a todos os pontos de vista e não se prender a nenhum deles.

Quinta-feira – LEI DA INTENÇÃO E DO DESEJO
Fazer uma lista de todos os seus desejos e carregá-la para todos os lugares. Olhe para ela antes de entrar em silêncio e meditação. Olhe antes de adormecer à noite. Olhe quando acordar pela manhã.

  1. Liberar a lista de seus desejos e a soltar no ventre da criação. Confiar. Se as coisas não saírem como deseja, há uma razão para isso. O plano cósmico com certeza terá desígnios maiores para você do que os que possa conceber.
  2. Lembrar de praticar a consciência do momento presente em todas as ações. Não permitir que os obstáculos consumam e dissipem a qualidade da atenção no momento presente. Aceitando o presente como ele é, o futuro se manifestará nas intenções e nos desejos mais caros e profundos.

Sexta-feira – LEI DO DISTANCIAMENTO (ou Desapego)

  1. Participar de tudo, mas com o envolvimento distanciado.
  2. Na disponibilidade para aceitar a incerteza, as soluções emergirão espontaneamente do próprio problema, da própria confusão, da desordem, do caos.
  3. Entrar no campo de todas as possibilidades e antecipar a excitação que pode ocorrer quando se está aberto a uma infinidade de escolhas. Quando entrar no campo de todas as possibilidades, experimentará toda a diversão, toda a magia, todo o mistério, toda a aventura da vida.

Sábado – LEI DO DARMA OU PROPÓSITO DE VIDA

  1. Nutrir amavelmente, hoje, a divindade que habita em você, no fundo de sua alma. Prestar atenção ao seu espírito, que anima seu corpo e sua mente. Despertar desse profundo sono dentro de seu coração. Carregar consigo a consciência da atemporalidade, do ser eterno, em todas as experiências limitadas pelo tempo.
  2. Perguntar a si mesmo diariamente: “como posso servir?” e “como posso ajudar?” As respostas e essas perguntas permitirão ajudar e servir a seus semelhantes, com amor.

O momento atual nos convida a uma maior interiorização na busca da nossa verdadeira essência. Como consequência do nosso despertar, de acordo com os pesquisadores que estudam a espiritualidade, a humanidade também evolui nesse processo. E essa é a razão, o motivo pelo qual devemos fazer a nossa parte. Queremos um mundo melhor, então vamos primeiro melhorar nosso mundinho interno.

Esperamos que você tenha gostado das dicas do livro e que possa gradativamente incorporar essas práticas na sua vida. Lembre-se, tudo é hábito e para adquirirmos um hábito é preciso treinar. Os estudiosos dizem que 21 dias de prática são o ideal para formar um hábito.

Praticando as leis, com o tempo, você identificará que elas serão integradas ao seu modo de ser e ver a vida.

Gratidão por estar conosco nesse caminho,

Luzia Rodrigues

Idealizadora e Co-fundadora do Instituto Fernanda Gaigher

×

Powered by WhatsApp Chat

×